Covid-19 mata quase o dobro de policiais do que em confrontos em 2020

Ao todo, 43 agentes morreram na pandemia do coronavírus, enquanto 22 foram assassinados em serviço

A pandemia do coronavírus é responsável pela morte de quase o dobro de policiais militares, civis e técnico-científicos em relação aos que perderam a vida em confrontos com criminosos, durante 2020, no estado de São Paulo.

Ao todo, 43 agentes morreram pela Covid-19, enquanto 22 foram assassinados, de acordo com reportagem de Luís Adorno, no UOL.

Conforme informou a Secretaria de Segurança Pública (SSP), houve o registro da morte de 18 policiais militares e quatro civis durante o serviço no ano passado.

Os casos Covid-19 causaram a morte de 19 militares, 21 civis e três policiais técnico-científicos. Há, ainda, uma quarta morte de policial técnico-científico que está sob suspeita de ter ocorrido em decorrência do coronavírus.

Ainda segundo a SSP, até 5 de fevereiro de 2021 o número já avançou: foram 59 policiais mortos em consequência do coronavírus em quase um ano de pandemia.

O plano de vacinação elaborado pelo Ministério da Saúde indica que policiais estão na lista de grupos prioritários. No entanto, em função da escassez de vacinas, por enquanto não há previsão de quando será o início da imunização da categoria.

Teste rápido

Em nota, a SSP diz: “Entre maio e julho do ano passado, mais de 100 mil pessoas, entre policiais civis, militares e técnico-científicos e seus familiares ou coabitantes, fizeram o teste rápido para Covid-19, em todo o estado. Nos casos com resultado positivo, o agente, mesmo assintomático, foi afastado preventivamente, conforme orientações da OMS (Organização Mundial da Saúde) e do Centro de Contingência do Coronavírus.  A SSP acompanha o quadro clínico, fornecendo todo o suporte necessário para a recuperação de seus agentes. Além disso, a pasta tem adotado todas as medidas necessárias para garantir a proteção acerca da Covid-19”.

Avatar de Lucas Vasques

Lucas Vasques

Jornalista e redator da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR