Fórum Educação
02 de abril de 2020, 08h49

Damares Alves recomenda que profissionais do sexo façam home office

Em cartilha lançada nesta quarta, Damares contraria o discurso de Bolsonaro e recomenda, em dois pontos do texto, "manter o isolamento social"

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, da ministra Damares Alves, divulgou nesta quarta-feira (1), uma cartilha de combate ao coronavírus feita especialmente para a população LGBT.

Um trecho da cartilha é dedicada a profissionais do sexo e sugere, como medida preventiva, que “trabalhadores autônomos e profissionais do sexo” se adaptem para oferecer serviços virtuais.

“Trabalhadores autônomos, profissionais do sexo e pessoas sem renda fixa infelizmente são mais prejudicados durante as recomendações de quarentena. Mas não é na crise que nascem as boas ideias? Se tiver que trabalhar, converse com seus clientes, tente a opção do serviço virtual”.

Damares contraria o discurso do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido-RJ) e recomenda, em dois pontos do texto, “manter o isolamento social”, pedindo que a população LGBT fique em casa e evite aglomerações.

Com informações do Universa


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum