Fórum Educação
02 de abril de 2020, 15h32

Davi Alcolumbre diz estar curado do coronavírus e prega isolamento social

Presidente do Senado, que chegou a ficar internado, saiu em defesa das medidas adotadas por prefeitos e governadores, que estão em pé de guerra com Bolsonaro diante da pandemia da Covid-19

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), gravou um vídeo para o canal CNN Brasil, nesta quinta-feira (2), em que afirma estar curado do coronavírus.

O senador foi diagnosticado com a doença no dia 18 de março e, com dificuldade respiratória, chegou a ficar internado um dia em um hospital particular de Brasília. Rapidamente, no entanto, ele recebeu alta e passou a se tratar em casa, de quarentena.

Durante este período, Alcolumbre seguiu trabalhando virtualmente nas sessões do Senado e agora, curado, diz que está pronto para voltar ao trabalho.

No vídeo, o senador informou que seguiu as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) sobre o isolamento social e defendeu as medidas adotadas por prefeitos e governadores neste sentido.

“Outra coisa importante é lembrarmos que decisões de governos de ficarmos em isolamento social são fundamentais para contermos o avanço [do coronavírus]. O Parlamento estará sempre aberto ao diálogo, conciliação, porque só juntos poderemos passar essa crise”, disse.

A defesa de Alcolumbre do isolamento social vem em meio a uma briga entre o presidente Jair Bolsonaro e governadores, principalmente os do Nordeste e João Doria (PSDB), de São Paulo, e Wilson Witzel (PSC), do Rio de Janeiro. Enquanto o capitão da reserva defende a reabertura do comércio e a “volta à normalidade”, fazendo o isolamento apenas dos grupos de risco, prefeitos e governadores têm encampado políticas restritivas, seguindo as recomendações de especialistas para a contenção da disseminação da Covid-19.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum