Diplomata que preparou viagem de Bolsonaro à ONU testa positivo para Covid

Ele esteve com pelo menos 30 pessoas, dentre funcionários da diplomacia brasileira em Nova York e estrangeiros

Um diplomata enviado pelo governo brasileiro para fazer a vigem precursora do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) a Nova York testou positivo para o coronavírus neste sábado (18), a três dias da abertura da Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

O diplomata trabalha no cerimonial do presidente da República no Palácio do Planalto e estava na cidade para fazer os preparativos da viagem de Bolsonaro, que desembarcou neste domingo por lá.

O Itamaraty trata o assunto com reservas, tendo em vista que diplomata teve contato com integrantes de outros países para organizar a visita do presidente. Ele havia tomado apenas a primeira dose da vacina.

Na linguagem da diplomacia, o cargo chama-se “Ascav”, sigla para Alto Escalão Avançado, os funcionários que ficam responsáveis por organizar com antecedência as visitas presidenciais.

O Itamaraty rastreia por onde ele passou nos Estados Unidos para poder informar as autoridades americanas.

Ele esteve com pelo menos 30 pessoas, dentre funcionários da diplomacia brasileira em Nova York e estrangeiros, uma vez que uma de suas funções é organizar toda a logística da visita presidencial ao país, revelam fontes da CNN Brasil.

Com informações da CNN Brasil

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR