Fórum Educação
18 de março de 2020, 22h36

Ditadura boliviana rejeita ajuda de Cuba para combater o coronavírus

Jeanine Áñez, que assumiu o poder após o golpe de Estado em novembro de 2019, não autorizou a chegada de uma missão médica cubana que iria trabalhar no tratamento ao coronavírus

Fonte: Viomundo

A ditadura de Jeanine Áñez na Bolívia tomou nesta quarta-feira uma medida especialmente cruel para a saúde dos habitantes do país. A líder de direita proibiu que uma delegação grande de médicos e enfermeiros cubanos chegasse ao país.

Segundo o vice-ministro de Saúde, Erwin Viruez, está totalmente descartada esta possibilidade (dos médicos cubanos chegarem à Bolívia). Ele explicou que “os médicos bolivianos possuem a capacidade de para responder a esta e outra contingencias”.

Vale lembrar que Cuba tem não só um dos melhores programas de saúde do mundo, como também um das mais reconhecidas universidades de medicina do mundo,  a Escola Latino-Americana de Medicina, que forma profissionais de diversos países, até mesmo daqueles cujos que se consideram Cuba como um inimigo geopolítico.

Até o momento, foram registrados na Bolívia 12 casos de coronavírus, e nenhum deles com resultado de morte.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum