O que o brasileiro pensa?
23 de março de 2020, 21h08

Dono da Madero diz que Brasil não pode parar por conta de “5 ou 7 mil pessoas que morrerão”

Junior Durski, que passou a ser alvo de boicotes após apoiar manifestação pró-Bolsonaro, gravou um vídeo para pregar o fim do isolamento, recomendado como forma de conter o coronavírus

Foto: Guilherme Pupo

O empresário Junior Durski, dono do restaurante Madero, gravou um vídeo que começou a circular nas redes sociais nesta segunda-feira (23) em que critica o isolamento, método recomendado por especialistas e que tem sido a forma mais efetiva de conter o avanço da pandemia de coronavírus.

Assista: Um vídeo em resposta ao Roberto Justus e ao dono do Madero

Para Durski, o Brasil não pode parar por conta de “5 ou 7 mil pessoas que morrerão”.

O empresário considera que a economia é mais importante que a vida e justifica dizendo que no país se morrem muito mais pessoas por conta da violência ou da subnutrição.

Assista.

Apoiador de Bolsonaro

O empresário chegou a ser alvo de um boicote, recentemente, por declarar apoio às manifestações que ocorreram no dia 15 de março em apoio a Jair Bolsonaro e contra o Congresso e o Supremo Tribunal Federal (STF).

Mesmo diante da recomendação para evitar aglomerações, os atos aconteceram normalmente e o de Brasília contou, inclusive, com a presença de Bolsonaro, que é suspeito de ter sido infectado pelo coronavírus.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum