Doria prorroga quarentena até 22 de abril e diz que pode usar força

Alguns especialistas chegaram a sugerir prorrogação de até 30 dias

O governador de São Paulo, João Doria, anuncioun nesta segunda-feira (6), a prorrogação da quarentena no estado até o dia 22 de abril.

Doria afirmou que a quarentena não é uma indicação, mas uma obrigação. “As guardas municipais das cidades estão autorizadas a autuar as pessoas e, inclusive, convocar a Polícia Militar para coibir as pessoas que permaneçam nas ruas”.

Médicos e cientistas envolvidos nas discussões recomendaram a Doria a prorrogação da quarentena por um período de mais 15 dias.

Alguns especialistas chegaram a sugerir até 30 dias. Até este momento, no entanto, prevaleceu apenas mais uma quinzena de isolamento social.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.