Fórum Educação
27 de abril de 2020, 22h43

Em indireta a EUA e Brasil, Rússia qualifica como “inaceitáveis” as tentativas de culpar a OMS pela pandemia

Segundo o chanceler russo, “os ataques contra essa organização são absolutamente contraproducentes e injustos com o que está acontecendo”

Reprodução/Twitter

Em uma entrevista à agência de notícias local RIA Novosti, o chanceler russo Sergey Lavrov afirmou que “são totalmente inaceitáveis as tentativas de culpar a OMS (Organização Mundial de Saúde) pela pandemia de covid-19”.

A declaração do diplomata é uma indireta aos governos que, nas últimas semanas, vêm acusando a entidade internacional de responsabilidade pela propagação do coronavírus, incluindo o de Jair Bolsonaro no Brasil, e principalmente o de Donald Trump, nos Estados Unidos – que chegou a anunciar que suspenderia o financiamento à entidade.

“As agências especiais do sistema das Nações Unidas continuam sendo um mecanismo sem alternativa para a cooperação multilateral nos campos correspondentes. Isso também se aplica integralmente às atividades da OMS. Consideramos que ataques contra essa organização são absolutamente contraproducentes e injustos com o que está acontecendo”, disse Lavrov.

O chanceler russo também considera que “de acordo com a nossa avaliação, e a avaliação da grande maioria dos estados, a OMS agiu profissionalmente em todas as etapas da crise, tomando medidas preventivas, enquanto disseminava informações e recomendações para todos os países”.

O ministro das Relações Exteriores da Rússia acredita que, embora os estados ainda não tenham entendido completamente as consequências da pandemia de coronavírus, a crise mostrou claramente a interdependência e a interconexão de todos os países.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum