Fórum Educação
02 de abril de 2020, 09h58

Em novo vídeo, Bolsonaro apela para depoimento de professora: “Põe o Exército na rua, presidente, abra esse comércio”

Depois de tentar criar clima de terror com fake news sobre desabastecimento, Bolsonaro usa vídeo comovente de apoiadora que se identifica como professora em sua estratégia de buscar por fim ao isolamento social

Jair Bolsonaro (Reprodução)

Após tentar criar um clima de horror com fake news sobre desabastecimento na Ceasa de Belo Horizonte, Jair Bolsonaro publicou novo vídeo nesta quinta-feira (2) do depoimento de uma mulher, que se diz professora e diz estar passando necessidades junto aos filhos por causa do isolamento social decretado para achatar a curva de propagação do coronavírus.

“É difícil para o senhor porque só tem gente para derrubar. Mas, o senhor tem o povo e eu faço parte dele. Eu tô aqui pedindo: põe o Exército na rua, presidente, abra esse comércio. Sou professora e não estou podendo dar aula”, diz a mulher, diante de um Bolsonaro estático em sua frente.

Com a publicação, Bolsonaro busca criar um clima de comoção para buscar mais adesões à sua proposta de acabar com o confinamento, indo contra diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do próprio Ministério da Saúde.

A estratégia de Bolsonaro, de mostrar preocupação com trabalhadores informais e a camada mais pobre, contraria a ação do presidente, que demorou dois dias para sancionar o decreto de pagamento de uma renda básica, de R$ 600 a R$ 1,2 mil, às pessoas em situação de vulnerabilidade diante da pandemia.

Ao final do vídeo, Bolsonaro diz: “Você pode ter certeza que a senhora fala por milhares de pessoas”, sendo aplaudido por apoiadores.

– Professora em comovente depoimento para o Presidente da República.- PEÇO COMPARTILHAR.

Publicado por Jair Messias Bolsonaro em Quinta-feira, 2 de abril de 2020

Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum