Fórum Educação
23 de Maio de 2020, 10h00

Estrangeiros se sujeitam a situações extremas para fugir do Brasil por crise do coronavírus

Enquanto um grupo de colombianos está acampado no Aeroporto de Guarulhos, peruanos e venezuelanos tentam cruzar a fronteira por vias ilegais

Colombianos acampados no Aeroporto de Guarulhos (foto: reprodução TV)

O aumento vertiginoso dos casos de coronavírus no Brasil tem feito com que muitos estrangeiros tentem deixar o país de forma desesperada, e alguns, inclusive, se sujeitam a situações extremas para conseguir sair.

Um dos exemplos é o cenário que se vê no mezanino do Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, desde segunda-feira (18), onde cerca de 180 cidadãos colombianos estão acampados esperando que seja liberado um voo que os leve de volta ao seu país. O grupo conta com mais de 20 crianças pequenas, e está praticamente morando no aeroporto, há quase uma semana.

Nataly Cruz Pérez, que funciona como porta-voz do grupo, explicou que o desespero dos seus compatriotas tem a ver com Jair Bolsonaro: “Parece que o presidente de vocês faz tudo ao contrário do que os médicos mandam fazer. Na Colômbia é mais seguro” – o país vizinho tem 19 mil casos e 682 mortes até o momento.

No entanto, o retorno não parece tão fácil, já que o governo da Colômbia fechou as fronteiras do país. Não há voos disponíveis. Uma empresa de ônibus colombiana ofereceu uma alternativa, mas a mesma ainda não conta com o aval das autoridades do país.

Miguel Dau, diretor do aeroporto de Guarulhos, conta que “o aeroporto fez o que pôde, aumentamos a limpeza e a segurança, adaptamos as longarinas (bancos com divisórias) para que não dormissem no chão, mas esperamos que a embaixada ou o consulado da Colômbia tomem uma atitude”.

Peruanos e venezuelanos

Longe dali, na cidade de Brasileia, no Acre, vários cidadãos peruanos tentaram atravessar ilegalmente o Rio Acre, para chegar à cidade de Iñapari, em seu país. A situação se dá pela demora das autoridades do seu país em liberar seu regresso.

Também é grande o contingente de venezuelanos que tentam voltar ao seu país através da fronteira em Pacaraima, em Roraima. A Venezuela é um dos países que mostra melhores resultados no combate ao coronavírus, com 944 casos oficiais até agora, e apenas 10 mortes.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum