Fórum Educação
03 de abril de 2020, 15h41

“Fique em casa. Não queremos você aqui”, diz mensagem escrita em muro de cemitério na Bahia

Ação faz parte da campanha da prefeitura de Jussari que visa incentivar o isolamento social como maneira de conter a disseminação do coronavírus; enquanto isso, em São Paulo, cemitérios abrem novas covas para receber os mortos da Covid-19

Divulgação/Prefeitura de Jussari

Tem circulado com força pelas redes sociais, nos últimos dias, a foto de um muro de cemitério com a mensagem: “Fique em casa. Não queremos você aqui”.

Trata-se do cemitério municipal de Jussari, cidade do Sul da Bahia. A frase impactante que foi grafada no muro faz parte de uma campanha da prefeitura para incentivar o isolamento social, prática rejeitada pelo presidente Jair Bolsonaro mas que é apontada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como a mais efetiva para a contenção da pandemia do coronavírus.

A pintura foi feita na última segunda-feira (30).

“De forma lúdica, mas com uma mensagem séria, a prefeitura de Jussari intensifica campanha de prevenção contra o Coronavírus. #FiqueemCasa”, diz mensagem postada pelas páginas oficiais da administração municipal nas redes sociais. 

Iniciativa parecida tomou o Cemitério Bosque da Paz, em Salvador. A mesma mensagem pintada no muro do cemitério de Jussari foi exposta em outdoors do cemitério da capital baiana. 

Enquanto isso, em São Paulo, onde concentram-se a maior parte dos casos confirmados e mortes causadas pela Covid-19 no Brasil, cemitérios já estão abrindo centenas de covas novas para receber os mortos do coronavírus. O jornal estadunidense The Washington Post, esta semana, chegou a manchetar em sua capa uma foto aérea das covas no Cemitério da Vila Formosa, na capital paulista, onde coveiros já relatam o aumento do número de enterros. 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum