O que o brasileiro pensa?
08 de julho de 2020, 14h33

Fiscal denuncia ‘carteirada’ em bar no Rio: “Meu pai é procurador, você vai perder o empreguinho”

Na ocasião, clientes chegaram a cantar "eu não vou embora" para constranger os agentes; assista

Reprodução

Após a repercussão da cena em que um casal tenta humilhar um agente da Vigilância Sanitária que atuava contra a aglomeração em bares no Rio de Janeiro, exibida no Fantástico no último domingo (7), outros fiscais relataram ameças e assédios sofridos durante a fiscalização.

“Fui ameaçada por um que disse que o pai era procurador e que estava vendo meu nome no colete e que ia me demitir: ‘meu pai é procurador, você vai perder esse teu empreguinho’. Depois, fizeram um coro me xingando. Eu fiquei muito nervosa”, disse Jane Loureiro, ao jornalista Marcelo Antonio Ferreira, do O Globo.

“Imagina um grupo grande de pessoas te xingando. É constrangedor, triste. Me mantive abalada, mas tranquila. [Ofensas] de uma classe abastada, que a gente acha que tem respeito e educação”, completou.

Loureiro atuou na fiscalização de bares da Barra da Tijuca, onde uma cena em que os clientes tentam constranger fiscais cantando “eu não vou embora” ganhou repercussão. Os agentes apontaram diversas irregularidades no bar.

“Quando os garçons se aproximaram das mesas informando que o bar iria fechar, eles começaram a se revoltar. Aí começou o coro ofensivo a vir para cima da gente, falando que o que fazíamos era errado e tirava o emprego das pessoas. Falei que meu objetivo era garantir a saúde das pessoas e que não era permitido concentração. E ninguém estava de máscara”, afirmou.

Assista à cena:


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum