Fórum Educação
06 de abril de 2020, 12h10

Flávio Dino sobre a cloroquina: no Maranhão são médicos que receitam remédios e não políticos

Alheio às medidas para contenção da propagação do coronavírus, Bolsonaro aposta todas as fichas na cura da doença pela hidroxicloroquina, medicamento que ainda está sendo testado

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O governador do Maranhão, Flavio Dino, afirmou em sua conta do Twiter, nesta segunda-feira (6), que no seu estado “os médicos decidem sobre quais remédios os doentes de coronavírus devem tomar”.

Dino disse ainda considerar “mais um delírio politizar o debate sobre cloroquina. É tema técnico, não ideológico”.

“Aqui no Maranhão, os médicos decidem sobre quais remédios os doentes de coronavírus devem tomar. Portanto, é mais um delírio politizar o debate sobre cloroquina. É tema técnico, não ideológico.”

Alheio às medidas para contenção da propagação do coronavírus, que já infectou mais de 10 mil pessoas no Brasil, Bolsonaro segue firme em sua saga de apostar todas as fichas na cura da doença pela hidroxicloroquina, medicamento que ainda está sendo testado, mas sem comprovação científica, segundo Luiz Vicente Rizzo, diretor de Pesquisa do Hospital Albert Einstein, que coordena estudos com 70 hospitais e 1.360 pacientes submetidos ao tratamento.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum