Governo Bolsonaro pode ter de jogar no lixo quase 7 milhões de testes para Covid-19

Exames estão prestes a vencer. Quantidade é maior do que o número de testes que o SUS já fez desde o início da pandemia

O governo de Jair Bolsonaro pode ter de jogar no lixo 6,86 milhões de testes RT-PCR para o diagnóstico de coronavírus. Segundo reportagem de Mateus Vargas, no jornal Estado de S.Paulo, exames estão próximos da data de validade, que vai de dezembro deste ano e janeiro de 2021.

A quantidade de testes que pode ser jogada fora é superior a que foi utilizada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) desde o início da pandemia. Até então, foram aplicados cinco milhões de testes deste tipo.

Ao todo, segundo a reportagem, o Ministério da Saúde gastou R$ 764,5 milhões nos testes. As unidades que estão para vencer custaram R$ 290 milhões.

Além disso, de todos os 7,15 milhões de testes que estão parados em estoque do governo, 96% vencem em dezembro e janeiro. O restante, até março.

O governo federal é o responsável pela compra, mas quem demanda a distribuição são os estados. Contudo, secretários estaduais e municipais de Saúde dizem que não usaram todos os testes, pois receberam kits incompletos para o diagnóstico, com número reduzido de reagentes.

Avatar de Luisa Fragão

Luisa Fragão

Jornalista.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR