Fórum Educação
29 de março de 2020, 16h44

Guedes: “Como economista, gostaria de retomar a produção. Como cidadão, quero ficar em casa”

Ministro disse que país precisaria de três meses de isolamento para superar o coronavírus, mas acha difícil encontrar um equilíbrio com a economia

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou neste domingo (29) que, como cidadão, gostaria de ficar em casa durante a pandemia do coronavírus. Fala do ministro contraria o que o presidente Jair Bolsonaro tem defendido para enfrentar a doença, que é o fim do isolamento domiciliar.

“Eu, como economista, gostaria que pudéssemos retomar a produção. Eu, como cidadão, ao contrário, aí já quero ficar em casa”, disse o ministro durante videoconferência promovida pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM). 

Guedes também ponderou que o país precisaria de três meses de isolamento para superar a doença, mas que a linha que divide economia e saúde é “difícil”.

“Do ponto de vista da saúde, o isolamento teria que ser de 3 meses. Do ponto de vista econômico, na medida em que (a covid-19) sobe vertiginosamente, a atividade desaba”, avaliou Guedes. “Apenas duas semanas atrás a arrecadação estava 20% acima do previsto, tínhamos 6% de aumento real. Só que quando ele (o vírus) atinge (o país), a receita cai para zero de companhias aéreas, ambulantes”, continuou o ministro.

Guedes ficou em isolamento domiciliar após ter contato com integrantes da comitiva presidencial que acompanharam Bolsonaro aos Estados Unidos para uma reunião com Donald Trump. Mais de 20 pessoas da comitiva foram contaminadas com coronavírus. Na última semana, no entanto, o ministro fez o teste para a doença e o resultado deu negativo.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum