Infectados pelo coronavírus chegam a 13 milhões, com Brasil e EUA como epicentros

Os países governados por Jair Bolsonaro e Donald Trump, ícones mundiais da extrema-direita, são os mais afetados, e juntos possuem mais de 5 milhões de casos, cerca de 40% do total

Nesta segunda-feira (13), o mundo alcançou a cifra de 13 milhões de pessoas contagiadas pelo novo coronavírus, em meio a que já é uma das maiores pandemias da história da humanidade. O número recorde foi informado pelo no observatório de covid-19 da Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos.

O último milhão de casos demorou apenas cinco dias em se produzir, já que os 12 milhões foram alcançados na última quarta-feira (8), mantendo uma tendência que vem se repetindo desde os 10 milhões.

Outra tendência que continuou a mesma é a de ter Brasil e Estados Unidos como principais responsável pelos novos casos, com quase metade do último milhão de contagiados.

Desde a quarta-feira, o país governador por Donald Trump passou dos 3 milhões aos 3,3 milhões de casos de coronavírus. Enquanto isso, o país de Jair Bolsonaro, que tinha 1,7 milhões de infectados, deve se aproximar ou até mesmo superar os 1,9 milhão ainda nesta segunda.

Junto com esses 13 milhões de casos, a pandemia também já produziu 570 mil mortes (uma taxa de letalidade de 4,4%), e 7,2 milhões de pessoas curadas (taxa de recuperação de 55,1%).

Avatar de Victor Farinelli

Victor Farinelli

Jornalista formado pela Universidade Católica de Santos, há 15 anos é correspondente na Argentina (2004 e 2005) e no Chile (desde 2006).

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR