Fórum Educação
22 de Maio de 2020, 10h11

Internauta diz que perdeu o pai para a Covid-19 e para “o discurso genocida que minimiza a pandemia”

De acordo com ele, “o último áudio do meu pai foi falando que subestimou o vírus e a importância da quarentena. Que sirva de exemplo. Para que menos filhos chorem”

Foto: Twitter

Um internauta conhecido como Bruno fez um apelo dramático na sua conta do Twitter, nesta quinta-feira (21), logo após perder o pai que, segundo ele, “acreditou no discurso genocida que minimiza a pandemia”.

Bruno diz que perdeu seu pai “para a Covid-19 e para a desinformação”. De acordo com ele, “o último áudio do meu pai foi falando que subestimou o vírus e a importância da quarentena. Que sirva de exemplo. Para que menos filhos chorem”.

Ele diz ainda: “Hoje ouvi nossos últimos áudios, pai. Nossos últimos ‘eu te amo’. Não parecia uma despedida. E não foi. Pai e filho não se despedem. É um laço que não quebra. Os áudios não vão mais chegar. Mas os ‘eu te amo’ não pararão de ecoar. Descansa! Te amo”.

Ao final, Bruno agradece aos que o apoiaram: “Agradeço cada palavra de conforto e apoio. Infelizmente não consigo responder individualmente. Mas, em tempos de isolamento social, o carinho virtual é uma arma poderosa p/ passarmos por essa crise da melhor forma possível. Continuem fazendo o mundo mais carinhoso! Vale muito”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum