Mãe garante que seus dois filhos, de 2 e 4 anos, testaram positivo para o coronavírus

Ela relatou que as crianças fizeram a contraprova e ela o exame. "No começo, me ligavam de meia em meia hora. Agora não ligam mais”, afirma

Por Glauco Braga, para o Folha Santista

A Cidade de São Vicente tem 12 casos suspeitos de coronavírus e duas crianças (2 e 4 anos) que testaram positivo para o vírus. A mãe diz já estar com todos os sintomas da doença, fez o teste e espera o resultado.

A história da contaminação dos dois irmãos teria relação com a escola que estudam em São Vicente. Segundo a mãe, “teve uma festa no dia 15 de março, que meu filho não foi, pois era aniversário da irmã, e a mãe do aniversariante à noite, mandou uma mensagem dizendo que era para ter cuidado quem teve contato com o filho dele, pois a sogra estava com sintomas do Coronavírus e o resutado sairia na segunda-feira seguinte, dia 16.

“Questionei tudo e essa mãe falou que a sogra tinha vindo de fora (Itália), mas como não apresentou sintomas não deixou de ter contato com as pessoas, inclusive, com o neto, mas que não era nada, só uma falta de ar…”.

Tossindo muito, a mãe ainda disse que ficou muito irritada, pois é o primeiro ano da filha da escola, em razões dos problemas de saúde dela. “Fomos na Santa Casa de Santos e nos atenderam muito bem lá. Não questionaram nada e até aí eles estavam com uma gripe. Mandaram ficar de olho na minha filha, pelos problemas que ela tem”.

Ela relatou que as crianças fizeram a contraprova e ela o exame. “No começo, me ligavam de meia em meia hora. Agora não ligam mais. Como tenho o oxigênio em casa por causa da doença da minha filha, não precisamos ficar internados”.

A mãe disse que a orientação que receberam é ficar em casa e não sair. “Quando chegamos no hospital usamos as máscaras, mas não tivemos nenhum retorno da vigilância sanitária. Meu filho estava bem, minha filha, não. E eu com dor de cabeça”.

A desconfiança do laudo
Ela diz ter ficado intrigada, pois não recebeu nenhum papel para retirada dos resultados. “Chamei ontem para saber o resultado. No Crei pediram para aguardar, pois disseram que o pessoal da Vigilância Sanitária não trabalha no final de semana e só estariam lá na segunda”. Ela recebeu um print com o resultado de um dos filhos. “Percebi que eles escolhem o que vão divulgar. Eles me disseram que enquanto não tiver o resultado da contraprova não é considerado positivo. A médica da minha filha disse que nesse exame não existe falso positivo. É que nem exame de gravidez. Estamos perdidos. Ninguém sabe de nada. Sei de outras crianças da escola dele que estão na UTI com a doença e ninguém fala nada”.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR