O que o brasileiro pensa?
31 de julho de 2020, 11h01

Médico é preso após apontar revólver para paciente com Covid-19 dentro de seu consultório

Enio Pires Studart vai responder pelos crimes de ameaça que fez contra o seu paciente e também por porte ilegal de arma de fogo

Foto: Reprodução

O médico pneumologista Enio Pires Studart foi preso acusado de ameaçar um dos seus pacientes com uma arma de fogo, no meio de uma discussão, na tarde da última quinta-feira (30), na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

A discussão teria começado dentro do consultório, durante um atendimento, por conta de divergências sobre um teste para o coronavírus.

A vítima reclamava por ainda se sentir mal, mesmo após dois meses desde que recebeu diagnóstico positivo para o coronavírus. Enio teria questionado a qualidade do exame para a testagem do SARS-CoV-2, o que causou a discussão.

O médico sacou um revólver durante a discussão e teria mirado em direção ao paciente.

O primeiro a chegar à delegacia foi o médico, contando ter tido um desentendimento com seu paciente, que chegou logo depois, acompanhado de policiais militares. Aos inspetores, Enio afirmou que o paciente, durante a consulta, não era claro em suas respostas, e que se aborreceu com as perguntas feitas por ele, começando a xingá-lo em seguida. O doutor também confirmou que possuía uma arma, mas que não havia a utilizado.

Os agentes duvidaram da versão do pneumologista e questionaram de que forma ele teria se dirigido até a delegacia. Ele afirmou que havia pedido um serviço de carro por aplicativo, mas investigadores encontraram estacionado no pátio um automóvel com placa no nome dele.

Os agentes encontraram dentro do veículo uma série de armas: um revólver calibre .38, uma pistola calibre .32, um soco inglês, duas facas, 24 munições de calibre .38, nove munições de calibre.32 e um carregador de pistola .32.

Enio foi preso em flagrante e irá responder pelos crimes de ameaça que fez contra o seu paciente durante a discussão ocorrida durante a consulta clínica, dentro de seu consultório médico, e também por porte ilegal de arma de fogo.

Com informações de O Dia e Yahoo


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum