Médico goiano que receitou vermífugo contra Coronavírus está internado em UTI com Covid-19

Joaquim Inácio Melo Júnior deu entrevista à TV dizendo que estava muito bem graças ao uso do medicamento e que o receitou para mais de cem pacientes. Veja aqui

O médico goiano Joaquim Inácio Melo Júnior, que deu entrevista na semana passada à TV Serra Dourada, retransmissora do SBT na região, afirmando que foi infectado pelo Coronavírus, mas estava “muito bem” graças ao uso do vermífugo ivermectina, foi parar na UTI.  

O isolamento do médico terminaria no último domingo, mas na sexta-feira (10) Joaquim Inácio precisou ser internado e foi transferido para um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O cirurgião liderou uma campanha de médicos goianos para distribuição de medicamentos para “prevenção” da Covid-19. Eles chegaram a doar 1,8 mil kits numa paróquia em Aparecida de Goiânia no dia 5/7.

https://www.facebook.com/100654181671508/videos/339912726999817/?cft[0]=AZUQ4o1HdER5w4892t93PeQvGwe9HzqdbM9dxYNXYO0dLjf7sMHiyXN2otaOi0OIyGbeVy0S1wYRZlOXpkij0OYqzD5Fpk1mE_nUuE2OY21niymB5RsVxZSWE9uCWjRAfu-HNRDts3P6BDaHw6P-1-8J-160g-4RSoC5hhTuUCMaZQ

Melo Júnior informou na entrevista que ele não chegou a procurar médicos especialistas no início da doença e que tomou a ivermectina como prevenção, assim como receitou para mais de 100 pacientes.

A Sociedade Goiana de Infectologia e o Conselho Regional de Farmácia fizeram alertas contrários à campanha dos médicos.

De acordo com a jornalista Fabia Pulcineli, “Joaquim também assinou manifesto de apoio à ação judicial do MPF em Goiás para obrigar Estado e município de Goiânia a disponibilizar cloroquina, ivermectina e afins. A ação é do procurador Ailton Benedito. Ontem contei aqui que a Justiça Federal rejeitou o pedido”.

Pulcineli diz ainda que “moradores do condomínio do médico contam que ele não usa máscara e fala das teorias de tentativa de dominação da China no mundo”.

Amigos e parentes do cirurgião Joaquim Inácio de Melo Júnior estão fazendo campanha nas redes sociais para que pessoas que tenham sangue tipo A positivo ou AB procurem o Hemolabor para doação de plasma. A exigência é que sejam pessoas que já tenham se curado da Covid-19, tenham mais de 18 anos e, no caso de mulheres, que não tenham tido filhos ou abortos.

Publicidade

A unidade de saúde onde Joaquim Inácio está internado informou que não comenta sobre o estado de saúde dos pacientes, mas a reportagem de O Popular apurou que seu estado ainda é delicado.

Com informações de O Popular

Publicidade
Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR