Menina autista de apenas três anos morre de covid em Santos logo após volta às aulas

Sindicato dos Servidores responsabiliza prefeitura pela volta às aulas presenciais. Secretaria diz que menina era autista, tinha comorbidades e foi contaminada pelos pais em casa

Uma menina de apenas 3 anos, autista e aluna da escola municipal Leonor Mendes de Barros, em Santos, no litoral de São Paulo, morreu nesta quarta-feira (9), em decorrência da covid, após vários dias internada.

A retomada das aulas presenciais na cidade ocorreu no dia 3 de maio e, por conta disto, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Santos (Sindserv) denuncia que a menina pode ter contraído a doença na escola.

A Secretaria de Educação do município (Seduc), por sua vez, informa que a criança contraiu a covid-19 dos pais, que teriam adoecido antes dela.

De acordo com informações do reporter Maurício Businari no UOL, a mãe quer contar tudo o que aconteceu, mas quer aguardar o luto passar. Segundo os familiares, ela ainda está em choque pelo que aconteceu e mal consegue falar.

Para o Sindserv, o retorno às aulas presenciais na rede de ensino de Santos teria feito sua primeira vítima entre os alunos, com a morte de Alice.

“Soubemos da morte da aluna ontem à tarde, enquanto realizávamos um protesto em frente à prefeitura, justamente por conta da retomada irresponsável das aulas presenciais. Os profissionais de ensino não estão devidamente vacinados, apenas uma parte desses profissionais, os com mais de 47 anos, receberam a vacina. Mas a média de idade dos profissionais é de 38 anos”, afirmou o diretor do sindicato, Cássio Canhoto.

O sindicalista diz ainda que somente nesta quarta-feira o Governo do Estado anunciou a abertura de um cadastro para vacinação de todos os profissionais de saúde. “Acontece que durante o mês de maio inteiro crianças e profissionais de ensino se arriscaram comparecendo presencialmente às escolas. Só para ter uma ideia, já temos cinco desses profissionais mortos por conta da covid-19 em Santos. E, agora, infelizmente, a primeira aluna.”

A Secretaria de Educação de Santos (Seduc) afirmou que a criança era autista e “tinha outras comorbidades”. Por meio de nota, a secretaria informou que os pais da menina tiveram a doença e que a estudante compareceu presencialmente à escola, pela última vez, no dia 12 de maio por conta disso.

Com informações do UOL

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.