Ministério da Saúde manda avião à Índia para buscar vacina comprada pela Fiocruz

Aeronave da Azul vai partir de Recife na quinta-feira e chega no Rio de Janeiro no sábado; no domingo, a Anvisa vota o uso emergencial

O Ministério da Saúde, comandado pelo general Eduardo Pazuello, anunciou nesta quarta-feira (13) que irá mandar um avião para buscar as 2 milhões de doses da vacina AstraZeneca/Oxford que foram compradas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) na farmacêutica Serum, da Índia.

“É o tempo de viajar, apanhar e trazer. Já estamos com todos os documentos de exportações prontos”, disse Pazuello durante pronunciamento feito em Manaus, cidade que será priorizada na vacinação.

Segundo o comunicado do ministério, uma aeronave da empresa Azul – um Airbus A330neo, o maior da companhia – vai partir às 23h de Recife na quinta-feira em um voo de 15h sem escalas até Mumbai. O avião estará equipado com contêineres que garantam o controle de temperatura da carga de acordo com as recomendações do fabricante.

A previsão é que as doses cheguem ao país no sábado, no Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro, onde ficarão armazenadas.

O ministério afirma que as doses serão distribuídas a todos os estados em até cinco dias após o aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A expectativa é de que a imunização ocorra de forma simultânea e gratuita.

Anvisa

No domingo deve acontecer a reunião da Anvisa que pode aprovar o uso emergencial do imunizante de Oxford/AstraZeneca, assim como o da Coronavac.

O ministério afirma que, além das 2 milhões de doses da AstraZeneca, o Brasil conta com mais 6 milhões de doses da vacina do Instituto Butantan, produzida pelo laboratório Sinovac.

Notícias relacionadas

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Jornalista da Sucursal do Rio de Janeiro da Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR