Ministério da Saúde registra 345 novos casos de coronavírus

No total, são 1.891 infectados e 34 mortes no país

O Ministério da Saúde divulgou na tarde desta segunda-feira (23) novos dados com relação ao surto do novo coronavírus no Brasil. Agora são 1.891 casos confirmados – um salto de 22% com relação ao domingo.

O país registra ainda 34 mortes provocadas pela Covid-19, sendo 30 em São Paulo e 4 no Rio de Janeiro. Os dois estados são também os que mais concentram pacientes infectados, são 745 em SP e 233 no RJ.

Todas as unidades federativas já registram casos confirmados. Ceará (163), Distrito Federal (133) e Minas Gerais (128) as que já ultrapassaram os 100 casos.

Completam a lista: Rio Grande do Sul (86), Santa Catarina (68), Bahia (63), Paraná (56), Pernambuco (42), Amazonas (32), Espírito Santo (29), Goiás (23), Mato Grosso do Sul (21), Rio Grande do Norte (13), Acre (11), Sergipe (10), Alagoas (sete), Piauí (seis), Pará e Tocantins (cinco), Rondônia (três), Maranhão, Paraíba, Roraima e Mato Grosso (dois) e Amapá (um).

Governo Federal

Nesta segunda, o governo Bolsonaro anunciou um pacote econômico para o Norte e Nordeste com o objetivo de descentralizar as ações e permitir maior controle da doença nas regiões.

O presidente ainda criou polêmica ao anunciar uma Medida Próvisória que permitia que patrões suspendessem o contrato de trabalhadores por quatro meses, sem a garantia dos salários. Após críticas, ele recuou.

Com informações da Agência Brasil

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR