Fórum Educação
29 de março de 2020, 06h57

Mourão diz que Bolsonaro não muda: “Não adianta. Ele tem 65 anos”

"Acho que está havendo uma falta de coordenação das ações no final", declarou sobre a crise entre os governadores e Bolsonaro

Mourão e Bolsonaro (Foto: Marcos Corrêa/PR)

O vice-presidente, general Hamilton Mourão, 66, comentou em entrevista para a Folha, publicada neste domingo (29), as atitudes do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido-RJ) em relação à crise do coronavírus. Para Mourão, Bolsonaro não muda. “Não estou aqui para dizer: ‘Presidente, muda seu jeito de ser’. Não adianta. Ele tem 65 anos”.

Mourão considera também que é hora de as autoridades deixarem o individualismo de lado no combate ao coronavírus no Brasil e defende um consenso frente à pandemia.

“O fulano está pensando só nisso porque é de direita e o outro só aquilo porque é de esquerda. Não, nós temos de buscar um meio-termo e a igualdade”, disse.

“Acho que está havendo uma falta de coordenação das ações no final”, declarou sobre a crise entre os governadores e Bolsonaro.

Sobre a decisão de Bolsonaro de não mostrar o exame negativo para o vírus, respondeu: “Acho que tem de confiar na palavra do presidente. Seria o pior dos mundos o presidente chegar e declarar que testou e deu negativo e depois aparecer que deu positivo”.

Já sobre Bolsonaro chamar a Covid-19 de “gripezinha”, o vice-presidente afirmou que “ele [o vírus] é sério. O presidente, quando fala de gripezinha, é o linguajar dele. Busca passar certo grau de confiança para a população. Aí a turma fica com raiva e quer pular na jugular dele”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum