domingo, 20 set 2020
Publicidade

Novos recordes da pandemia: 18 milhões de infectados no mundo e 200 mil óbitos na América Latina

Nesta segunda-feira (3), o mundo conheceu dois novos recordes atingidos pela pandemia. O primeiro tem a ver com o número de contagiados pelo coronavírus a nível mundial, que já é de 18 milhões.

Esta nova cifra redonda mantém a tendência das últimas semanas, e é produzida exatamente 4 dias após a chegada aos 17 milhões. Todas as estatísticas aqui apontadas são do observatório da Universidade Johns Hopkins.

A taxa de letalidade da doença passou a ser de 3,8%, graças às 690 mil mortes registradas até agora. Já a taxa de recuperação é de 59,2%, graças às 10,7 milhões de pessoas curadas até o momento. O Brasil tem 15,1% dos contagiados em todo o mundo, com seus 2,7 milhões de infectados, que o colocam como o segundo do mundo nesse quesito.

Outra nova estatística que virou notícia são os 200 mil óbitos registrados em toda a região da América Latina e do Caribe, apontada como uma das mais afetadas pelo vírus até agora.

Neste caso, o Brasil lidera com folga o índice, sendo responsável, ademais, por quase metade dos casos que levaram a esse recorde: o país governado por Jair Bolsonaro tem 94 mil mortes, e está prestes a se tornar o segundo do mundo a chegar à casa dos seis dígitos em termos de vítimas fatais da infecção covid-19.

Victor Farinelli
Victor Farinelli
Jornalista formado pela Universidade Católica de Santos, há 15 anos é correspondente na Argentina (2004 e 2005) e no Chile (desde 2006).