O que o brasileiro pensa?
17 de março de 2020, 19h31

O que você deve fazer se sentir que tem os sintomas do Coronavírus

O Ministério da Saúde possui ferramentas adicionais à tradicional ida ao posto de saúde com o objetivo de evitar aglomerações e contágio

Simulação de atendimento ao novo coronavírus em Manaus (Foto: Alex Pazuello/Semcom/Fotos Públicas)

O avanço do surto do novo coronavírus no Brasil tem despertado muitas dúvidas sobre quais exatamente são os sintomas da doença e o que fazer em caso de suspeita de infecção.

O Ministério da Saúde recomenda que caso a pessoa apresente sintomas de Covid-19 deve procurar orientação médica, em especial, nos postos de saúde. Febre, tosse e/ou dificuldade de respirar são os sinais mais comuns da doença.

No entanto, para evitar grandes aglomerações nos postos e ampliar o contágio, o ministério sugere que o cidadão acione o serviço de Disque Saúde – 136 com o objetivo de esclarecer sobre os sintomas e receber algumas orientações.

Além disso foi criado um aplicativo (Coronavírus – SUS) que mostra os postos de saúde mais próximos, traz informações sobre o Covid-19 e ainda fornece um auto-exame, que aponta a probabilidade de infecção pelo vírus de acordo com os sintomas relatados pelo usuário.

Sintomas

Além dos sintomas “iniciais”, cansaço, dores no corpo, mal estar geral, congestão nasal, coriza, dor de garganta e dores no peito também podem ser sinal da doença.

Testagem

A recomendação é que sejam testados apenas os pacientes com sintomas respiratórios e que tenham tido contato com alguém infectado ou que tenham viajado para uma região onde há transmissão da doença.

De acordo com o estado do paciente, o médico pode orientar ou não a realização de teste para Covid-19.

Casos confirmados

São 291 casos confirmados de pacientes infectados pelo novo coronavírus e outros 8.819 suspeitos. O Brasil teve seu primeiro óbito confirmado nesta terça-feira (17).

Em alguns estados a recomendação é que as pessoas evitem ao máximo o convívio social para evitar a disseminação da doença. Rio de Janeiro e São Paulo, que possuem transmissão comunitária, estão em estado de emergência.

Prevenção

Como medidas de prevenção, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar bem as mãos (dedos, unhas, punho, palma e dorso) com água e sabão, e, de preferência, utilizar toalhas de papel para secá-las. Além do sabão, outro produto indicado para higienizar as mãos é o álcool gel, que também serve para limpar objetos como telefones, teclados, cadeiras, maçanetas, etc.

Com informações da Agência Brasil e do Ministério da Saúde


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum