Fórum Educação
31 de março de 2020, 10h09

Pandemia de coronavírus já supera os 800 mil infectados, e se aproxima das 40 mil mortes

Taxa de letalidade da doença a nível global se encontra em 4,8%. Total de pessoas recuperadas é de 170 mil. Na China, percentual de cura é de 92%

Foto: Reprodução

O mundo termina este mês de março muito perto da cifra de 1 milhão de casos de covid-19. É o que diz o observatório da Universidade John Hopkins, no Estados Unidos, que apontou nesta terça-feira (31) que o número total de casos oficiais no mundo já superou os 800 mil.

Como o número de casos diários está por volta das 160 e 170 mil (nesta segunda foi de pouco mais de 166 mil), se espera que o primeiro milhão de contagiados seja alcançado já nos primeiros dias de abril.

Já o número total de mortes, que está em 38,7 mil, se aproxima da marca dos 40 mil, e poderia alcançar essa triste marca ainda em março, caso Espanha, Itália e Estados Unidos continuem registrando um número altíssimo de mortes diárias.

A taxa de letalidade do covid-19 voltou a crescer e já é de 4,8%. O número de pessoas recuperadas a nível mundial é de pouco mais de 170 mil, o que representa 21,3% dos casos.

Os Estados Unidos já se consolidaram como epicentro mundial da pandemia, com mais de 164 mil casos, e um crescimento do número de contágios em ritmo assustador, especialmente em grandes centros urbanos, como a cidade de Nova York.

O país como maior número de mortes é a Itália, com cerca de 11,5 mil falecidos, e uma taxa de letalidade próxima dos 10%.

A China, país de onde se originou a pandemia, já conseguiu estabilizar a situação em muitas partes do país, mas agora teme uma segunda onda da doença, que poderia vir de fora, de pessoas que ingressam ao país, razão pela qual as autoridades do país impuseram maior restrição para a entrada em seu território.

Os chineses também têm o maior índice de recuperação do mundo, com mais de 76 mil pessoas curadas, o que representa 92,6% dos casos no país.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum