Pandemia destruiu quase 8 milhões de empregos no Brasil, diz IBGE

Pela primeira vez, menos da metade das pessoas em idade para trabalhar está empregada

Publicidade

Levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelou que, até maio, o Brasil perdeu mais de 7,8 milhões de empregos durante a pandemia do coronavírus.

Com isso, segundo reportagem da Folha de S.Paulo, é a primeira vez na história da Pnad Contínua, modelo de pesquisa iniciado em 2012 no IBGE que menos da metade das pessoas em idade para trabalhar está empregada. Dentre os postos de trabalho perdidos, 5,8 milhões são de empregos informais.

 A população empregada caiu 8,3% em comparação com o trimestre encerrado em fevereiro, o que faz com que apenas 85,9 milhões de pessoas estejam trabalhando no país.

Além disso, o país bateu recorde no número de pessoas que desistiram de procurar emprego. Ao todo, 5,4 milhões de pessoas estão nessa condição, o que representa um aumento de 15,3% em relação ao trimestre anterior.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR