quarta-feira, 23 set 2020
Publicidade

Para Luís Roberto Barroso, eleições municipais não deverão ser adiadas por conta do coronavírus

Para o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Luís Roberto Barroso, que presidirá o TSE a partir de maio, as eleições municipais no Brasil, marcadas para outubro, não devem ser adiadas por conta do coronavírus.

Barroso afirmou à coluna de Mônica Bergamo que “as eleições constituem um dos ritos vitais para a democracia. Só se deve cogitar de adiá-las diante da absoluta impossibilidade de sua realização”.

O ministro considera que a crise já deve ter passado até o pleito.

“Estamos em março. Tenho confiança de que até outubro tudo esteja sob controle. Eu trabalho com fatos, não com especulações. Aliás, na vida, boa parte das coisas que a gente teme não acontecem. Agora, se lá na frente ainda estivermos diante de uma pandemia, aí sim será o caso de se pensar em alternativas”, disse.

Congressistas iniciaram um movimento em defesa da suspensão do pleito, por conta do coronavírus.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.