Passa de mil o número de mortes por coronavírus na Itália

Governo acredita que medidas de confinamento irão funcionar

O surto de coronavírus na Itália já matou mais de mil pessoas, com os casos registrados nesta quinta-feira (12). Segundo o governo, contudo, as medidas tomadas ainda podem funcionar.

Nas últimas 24 horas, foram 188 pessoas mortas, totalizando 1016 fatalidades pelo surto. As informações foram divulgadas pela BBC.

O ministro do Exterior, Luigi Di Maio, disse que a medida de isolamento da população já está surtindo efeito. Segundo Di Maio, após algumas cidades serem declaradas como “zona vermelha”, não foram registradas novas infecções.

O número total de infecções no país é de 15.113, sendo a Itália o local com a maior quantidade de casos registrados fora da China.

“A Itália foi a primeira nação da Europa a ser tão afetada”, disse Di Mario. “Mas, eu espero que isso também signifique que seremos os primeiros a deixar para trás a emergência”, completou.

Todos os estabelecimentos do país estão fechados, exceto farmácias e supermercados, além dos serviços de atendimento médico.

“Nossos avós foram arrastados para a guerra, estão nos pedindo para ficar em casa”, continuou Di Mario. “Se um médico e uma enfermeira podem trabalhar por 24 horas seguidas, podemos desistir de sair de casa. A grande maioria dos cidadãos está respeitando as regras. Os que não estão irão encarar sanções: financeiras ou criminais”, declarou o ministro.

Coronavírus no Brasil

O Ministério da Saúde atualizou na tarde desta quinta-feira (12) o número de casos confirmados de coronavírus no Brasil: saltou de 60 para 73. A maioria dos casos foram registrados em São Paulo.

Segundo o Ministério, há 930 casos suspeitos e 947 já foram analisados e desconsiderados. Os 73 casos estão espalhados por 9 estados: São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia, Alagoas, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Pernambuco e Distrito Federal.

Coronavírus no governo

Também nesta quinta-feira, foi confirmado que o chefe da Secretaria de Comunicação (Secom) do governo, Fábio Wajngarten, está com a doença. Jair Bolsonaro também pode estar com coronavírus, já que esteve com o secretário nos EUA, onde contraiu a doença. O presidente passou por testes e os resultados saem na sexta-feira (13).

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR