domingo, 27 set 2020
Publicidade

Passageiros com coronavírus de navio que atracou em Cuba retornam ao Reino Unido

O jornal do Comitê Central do Partido Comunista Cubano, Granma, informou nesta quarta-feira (18) que os passageiros do navio britânico MS Braemar, da companhia Fred Olsen Cruise Lines, já estão retornando ao Reino Unido.

Leia também: Cuba recebe navio britânico com 5 casos de coronavírus que não tinha onde atracar

A embarcação que levava cerca de 600 passageiros, cinco deles com diagnóstico confirmado do coronavírus, passou dias procurando um local para atracar depois de ter sua entrada negada nos portos caribenhos. O governo de Cuba, contudo, autorizou o atraque da embarcação.

De acordo com o Granma, o Ministério da Saúde Pública de Cuba disponibilizou os recursos necessários para transferir passageiros para o aeroporto internacional do país, onde vão pegar os voos de retorno ao Reino Unido. Além disso, quatro aviões foram escalados para a viagem, sendo um deles destinado apenas aos passageiros contaminados com o vírus.

O governo cubano disponibilizou ônibus para levar os passageiros em grupos ao aeroporto. A caravana também é composta por veículos de assistência e ambulâncias. “O objetivo é impedir quebras ou brigas no caminho entre o [porto] Mariel e o terminal aéreo”, informou o jornal.

Luisa Fragão
Luisa Fragão
Jornalista.