O que o brasileiro pensa?
08 de julho de 2020, 18h58

Policial armada invade hospital e exige ver irmão que morreu de Covid

A agente teria ameaçado atirar em pacientes e funcionários da unidade médica e terminou detida

Hospital da Baleia | Divulgação

Pacientes e funcionários do Hospital da Baleia, em Belo Horizonte, se assustaram na madrugada desta quarta-feira (8) com a ação de uma policial civil que invadiu a unidade médica e ameaçou os presentes com o objetivo de ver o irmão, que morreu em decorrência do novo coronavírus.

“Ela chegou na recepção e ameaçou os vigilantes de que se não deixassem ela entrar para poder ver o parente falecido, ela atiraria em todo mundo. Tanto nele quanto nos funcionários e usuários do hospital”, disse uma testemunha que aguardava na recepção ao MG no Ar, da Record.

Segundo o Hospital, ela era irmã de um homem que faleceu na noite de terça-feira e buscava ter acesso ao corpo do irmão, o que não é permitido. “A infratora foi conduzida pelos policiais militares à delegacia e não houve maiores danos físicos aos funcionários do Hospital da Baleia”, informou a instituição”, disse a unidade médica em nota.

Reportagem de Virgínia Nalon, da TV Record, aponta que a mulher só se acalmou com a chegada da Polícia Civil. Os agentes convenceram a companheira de corporação a entregar a arma. Nas negociações, conseguiram que ela visse o irmão, mas, em seguida, foi detida pela PM.

A Polícia Civil enviou a seguinte nota sobre o caso: “A PCMG ressalta que não compactua com esse tipo de ação e irá instaurar uma sindicância administrativa para apuração de eventuais infrações disciplinares. Informa, ainda, que a investigadora será encaminhada para avaliação psiquiátrica”, detalhou a polícia, também por meio de nota”.

A identidade da policial não foi revelada.

Com informações do R7 e do Estado de Minas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags