Prefeitura de Diadema investiga possível furto de doses da CoronaVac

Um inquérito policial foi aberto para apurar sumiço de vacinas em UBS

Enquanto algumas cidades vivem uma onde de casos de “fura filas” diante do início da vacinação contra a Covid-19, a Prefeitura de Diadema (SP) investiga um possível furto de duas doses em uma Unidade Básica de Saúde (UBS), de Jardim Reid.

Em nota, publicada pela Prefeitura, comandada por José de Filippi (PT), a Secretaria de Saúde afirma que “o local onde as vacinas estavam tem chave e o acesso é restrito a funcionários” e não houve registro de invasão à UBS.

Na sexta-feira, foi verificado que o número de doses disponíveis era incompatível com a quantidade de pessoas que já haviam sido vacinadas. Isso fez com que a SMS registrasse um Boletim de Ocorrência. Um inquérito policial já foi instaurado.

“Ressaltamos que o furto de vacina é crime e a aplicação do imunizante em qualquer pessoa que não se enquadre nos critérios definidos pelas autoridades de saúde é irregular e deve ser denunciada. A SMS repudia a atitude que prejudica aqueles que estão na linha de frente do enfrentamento a pandemia e se coloca à disposição das autoridades para os devidos esclarecimentos necessários”, diz trecho da nota.

A SMS informou ainda que intensificou medidas de prevenção como reforço no monitoramento pela Guarda Civil Municipal (GCM).

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Jornalista da Sucursal do Rio de Janeiro da Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR