Professora grávida morre de Covid após participar de festa surpresa em Goiás

A professora contraiu o vírus após festa de chá de fraldas, surpresa, organizada por colegas de trabalho

A notícia causou comoção na cidade goiana de Anápolis, a 55 km de Goiânia. A professora de Língua Portuguesa Camila Graciano (31), estava grávida de oito meses de uma menina.

Como era hipertensa, estava com sobrepeso e desenvolveu diabetes gestacional. Sua gravidez, portanto, era de risco. Por isso, ela se manteve isolada em casa.

Porém, colegas que trabalhavam com ela na rede municipal de ensino decidiram lhe fazer uma surpresa e promoveram um chá de fraldas na casa de Camila.

Uma das participantes da celebração estava contaminada e, como estava assintomática, não tinha conhecimento que se infectara.

Três dias depois, Camila teve que ser internada às pressas. A família mobilizou parentes e amigos para conseguirem um leito para a gestante, porque não havia nenhuma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) disponível na cidade.

Por fim, a professora acabou sendo internada na UTI da Santa Casa de Misericórdia anapolina.

Com a paciente em estado grave, os médicos tiveram que fazer um parto induzido. A bebê, prematura, nasceu saudável e passa bem, embora ainda esteja internada.

Camila, no entanto, não resistiu e faleceu no sábado (22).

Publicidade

Nota da Santa Casa sobre o caso

A Santa Casa de Anápolis informa que, deu entrada em nossa emergência a paciente Camila Graciano, 31 anos e 32 semanas de Gestação, no dia 17/08/2020 por volta das 19:00h para consulta no pronto atendimento obstétrico em gestação de alto risco. Por volta das 21h, a paciente já estava internada na área de isolamento para Covid-19 da Santa Casa de Anápolis.

A Paciente com histórico hipertensão, diabetes e obesidade, apresentava dor torácica e desconforto respiratório há mais ou menos 8 dias, e buscou atendimento hospitalar devido piora clínica.

Publicidade

A paciente foi atendida prontamente por nossa equipe obstétrica, seguida posteriormente também pela equipe multiprofissional. Devido a estabilidade inicial do quadro, foi mantida internada na área de isolamento, monitorizada e acompanhada por foda equipe hospitalar

A paciente com 32 semanas de gestação, evoluiu com piora clínica, sendo indicado no momento vaga de terapia intensiva (UTI), e encaminhada então para o leito, onde foi preparado toda uma estrutura compatível, para realização de parto cesariana de urgência. Deu à luz a um bebê que permanece estável na Uti Neonatal. Com pesar, que diante da gravidade do quadro clínico, a Paciente Camila Graciano evoluiu ao óbito.

Em razão do sigilo médico, o hospital somente poderá oferecer maiores detalhes do óbito e boletim médico da bebê com a autorização dos familiares.

A Santa Casa de Anápolis garante que tanto a paciente quanto seu bebê foram bem acolhidos e assistidos por toda a equipe médica, sendo um hospital filantrópico e cristão, se solidariza com a família, e expressa o nosso pesar.

A Santa Casa de Anápolis preza sempre pelas verdades dos fatos, e estamos dispostos para esclarecimentos e renova a cada dia seu compromisso de oferecer à toda comunidade regional o melhor de si, empregando esforços e recursos para continuar a fazer da saúde da população a sua razão de existir.

Avatar de Lelê Teles

Lelê Teles

Formado pela Universidade de Brasília, Lelê Teles é jornalista, roteirista e publicitário. É roteirista do programa Estação Periferia (TV Brasil) e da série De Quebrada em Quebrada (Prodav 09). Sua novela, Lagoas, foi premiada na Primeira Bienal de Cultura da UNE. Discípulo do Mestre Cafuna, prega o cafunismo, que é um lenitivo para a midiotia e cura para os midiotas.