Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
20 de março de 2020, 18h47

Quarentena faz vida animal ressurgir nos canais de Veneza

Na Itália e na China, diminuição dos índices de emissão de poluentes é gritante

Foto: Reprodução/Twitter

Nos últimos dias, imagens e estudos evidenciaram que os locais onde foi determinada quarentena forçada devido ao coronavírus apresentaram redução da poluição no ar e na água. A situação tem relação direta com a diminuição das atividades humanas.

Na Itália, assim como na China, foi registrado, por satélite, diminuição representativa da concentração de poluentes atmosféricos. A Agência Espacial Europeia (ESA) anunciou a redução, nesta terça-feira (17), especialmente da concentração de dióxido de nitrogênio, gás emitido principalmente por usinas de energia, carros e fábricas, comuns região do vale do rio Pó, no norte do país.

Em comunicado, o administrador das emissões do satélite Copernicus Sentinel P5, da ESA, Claus Zehner, afirmou: “Estamos muito confiantes em que a redução constatada nas emissões coincide com a redução no tráfego e nas atividades industriais que as medidas de isolamento trouxeram na Itália”.

Outra observação foi feita pela própria população nos canais da cidade italiana de Veneza. Famosa por ser uma cidade em que muitas das ruas são canais marítimos, Veneza tem suas águas bastante turvas e poluídas devido à atividade humana.

As redes sociais estão sendo movimentadas com fotos e relatos de pessoas que percebem as águas limpas e com o retorno de vida marítima, como peixes e cisnes.

Contudo, a prefeitura de Veneza afirmou que a aparência cristalina das águas se dá apenas devido à paralização dos barcos, mas o nível de poluição permanece o mesmo. Agora, os resíduos estão sedimentados no fundo.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum