Seis morrem de Covid-19 por falta de oxigênio no Pará após colapso na saúde do Amazonas

Em Coari, no Amazonas, também há registro de novas mortes provocadas pela falta do insumo

A Prefeitura de Faro (PA), município de 12 mil habitantes localizado próximo a Santarém (PA) e na fronteira com o Amazonas, registrou nas últimas 24h ao menos 6 mortes provocadas pela falta de oxigênio em razão da pandemia de Covid-19. As autoridades locais já haviam alertado para a dificuldade de conseguir o insumo. O colapso acontece menos de uma semana após a crise sanitária que deixou Manaus (AM) sem oxigênio.

Segundo informações da jornalista Danielle Ferreira, no Estado de S. Paulo, nesta terça-feira (19), o desabastecimento também atinge cidades vizinhas como Terra Santa (PA) e Nhamundá (AM). Autoridades locais afirmam que não conseguem comprar cilindros suficientes em Manaus ou Santarém, municípios onde geralmente recorrem.

 “Ambas as cidades estão em crise. A demanda é maior que a quantidade, porque a produção está comprometida”, disse o prefeito de Faro, Paulo Carvalho (PSD) ao Estadão.

A Prefeitura afirma que multiplicou o número de leitos nos últimos dias temendo o reflexo das festas de fim de ano, mas falta oxigênio.

Outra cidade que também enfrenta o colapso é Coari (AM), localizada no interior do Amazonas. Em nota divulgada nesta terça, a Prefeitura do município informou que “sete pacientes que estavam internados no Hospital Regional de Coari tiveram suas vidas interrompidas por falta de oxigênio”.

O município acusa a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas de reter 200 cilindros de Coari e entregá-los após o prazo combinado. Por conta disso, o hospital não pôde garantir a oxigenação dos pacientes.

Com informações do Estado de S. Paulo e do G1

https://www.facebook.com/FAROOFICIAL/videos/1795599527265003/?cft[0]=AZXiPePozwly7M6D0l7C1cDW-2mBeuWn7vpldwJF_ixSyz3mFF0XqXP3QZ8JWKjapCz39yWMzqVuMlJfNX4AJ5C2Dp031REyOOgpfl3CZour-60bHyJ0xHvRqmhmUMkPnpncaviY3ZwxaHABzqNqn6v3Nx8ErpDIwtJW6Q91Lb_7gg&tn=%2CO%2CP-R
Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Jornalista da Sucursal do Rio de Janeiro da Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR