Taxa de transmissão do novo coronavírus volta a crescer no Brasil

É a segunda semana seguida que índice fica acima de 1; estimativa feita pelo Imperial College de Londres chega a maior número desde maio

Pela segunda semana seguida, a taxa de transmissão do novo coronavírus no Brasil estimada pelo Imperial College de Londres ficou acima de 1 e cresceu. Nesta terça-feira (24), a instituição divulgou que o índice, chamado de Rt, passou de 1,10 para 1,30. Esse valor é o maior desde maio.

O número indica que, a cada 100 pessoas contaminadas pelo novo coronavírus, outras 130 serão infectadas. Isso quer dizer que cada paciente com a doença a transmite a mais de uma pessoa, o que aumenta a chance de propagação.

Taxas inferiores a 1 indicam que a transmissão está sendo reduzida. Por outro lado, aquelas superiores a 1 apontam para uma contaminação crescente e fora de controle. Os pesquisadores estimam que a taxa possa variar de 0,86 a 1,45 nesta semana.

Um dado chama a atenção ao comparar as divulgações desta semana e da passada. No dia 17, os pesquisadores estimaram que, na semana passada, o total de óbitos pela doença no Brasil poderia ficar num intervalo entre 2.660 e 3.350. No entanto, ao compilar as estatísticas oficiais nesta segunda-feira (23) para atualizar o cálculo, os pesquisadores somaram 3.876 registros de mortes no período.

Para esta semana, a estimativa da equipe do Imperial College é mais pessimista: 5.450 vidas perdidas para a Covid, podendo ficar em um intervalo entre 3.620 e 5.780.

Avatar de Fabíola Salani

Fabíola Salani

Graduada em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo. Trabalhou por mais de 20 anos na Folha de S. Paulo e no Metro Jornal, cobrindo cidades, economia, mobilidade, meio ambiente e política.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR