Fórum Educação
21 de março de 2020, 15h44

Trump passou dois meses ignorando avisos da Inteligência dos EUA sobre “séria ameaça” do coronavírus

Inteligência estadunidense passou os últimos dois meses alertando o presidente que o vírus chegaria ao país e que, sem as devidas providências, poderia se alastrar como na China, mas só recentemente passou a ser ouvida

Donald Trump - Foto: Aubrey Gemignani/Fotos Públicas

Os Estados Unidos já registram mais de 22 mil casos de coronavírus, com mais de 300 mortes, mas talvez esses números pudessem ser bem menores se o presidente do país, Donald Trump, tivesse dado mais atenção aos seus serviços de inteligência.

Segundo uma matéria do Washington Post, a Casa Branca recebeu diversos informes, desde meados de janeiro e durante todo o mês de fevereiro, alertando sobre a “séria ameaça” do coronavírus.

Nos documentos, os assessores estadunidenses afirmavam que o vírus chegaria inevitavelmente aos Estados Unidos, e que era altamente contagioso, e portanto, poderia se alastrar no país com a mesma velocidade que se via na China desde dezembro, caso as autoridades locais não tomassem as devidas providências.

Os informes também incluíam comentários de cientistas especializados, que confirmavam o potencial perigo do coronavírus. Tudo isso foi ignorado pelo presidente. “Donald Trump pode não ter esperado isso, mas muitas outras pessoas no governo esperavam, mas simplesmente não conseguiram que ele fizesse algo a respeito”, afirma uma fonte não identificada da matéria do Washington Post.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum