Vacina da Johnson & Johnson em dose única é aprovada pela Anvisa

O Plano Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde prevê a aquisição de 38 milhões de doses da vacina da Janssen

A vacina da Janssen, braço farmacêutico da Johnson & Johnson, conseguiu aprovação para uso emergencial no Brasil. A autorização foi dada, nesta quarta-feira (31), pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A aprovação foi unânime: quatro diretores e o presidente da Anvisa foram favoráveis ao pedido.

A Janssen havia solicitado, no dia 24, a aprovação para uso emergencial do imunizante, em dose única, contra a Covid-19.

O Plano Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde prevê a aquisição de 38 milhões de doses do imunizante. Serão assim distribuídas: 16,9 milhões até setembro; de outubro a dezembro, mais 21,1 milhões de doses.

Meiruze Souza Freitas, diretora da Anvisa e relatora do pedido, destacou que a vacina da Janssen já foi aprovada para uso emergencial pela FDA, nos Estados Unidos, pela agência canadense de medicamentos, pela Agência Europeia de Medicamentos e pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Obrigações específicas

“Dada a atual situação de emergência, considera-se que as incertezas podem ser resolvidas por meio de obrigações específicas, incluindo a continuação do estudo clínico principal pelo maior tempo possível, estudo de eficácia após aprovação e vigilância de rotina de segurança”, disse.

Com informações da CNN-Brasil

Publicidade
Avatar de Lucas Vasques

Lucas Vasques

Jornalista e redator da Revista Fórum.