Fórum Educação
29 de março de 2020, 12h05

Vídeo: Bolsonaro ignora orientação de isolamento e vai às ruas defender volta ao trabalho

Presidente passeou em Taguatinga, conversou com ambulante e recomendou o uso da hidroxicloroquina como solução para tratar o novo coronavírus

Imagem de vídeo apagado pelo Facebook (Reprodução)

Jair Bolsonaro voltou a ignorar todas as orientações das autoridades da área de saúde, no sentido de manter isolamento domiciliar por conta da pandemia do novo coronavírus. Neste domingo (29), ele foi às ruas de Taguatinga, região administrativa do Distrito Federal.

Em conversa com um grupo de pessoas que estava em volta de uma barraca, onde um ambulante preparava churrasco, o presidente voltou a defender que a população deve sair de casa para trabalhar, sem se dar conta do risco que isso representa.

O ambulante chegou a dizer que “a morte está aí, mas seja o que Deus quiser. Só não pode ficar parado, com medo de morrer. Se não morrer de doença, morre de fome”.

Bolsonaro respondeu: “O que eu tenho conversado com o povo é que eles querem trabalhar. É o que eu tenho falado desde o começo. Tem que tomar cuidado, os maiores de 65 fiquem em casa”. Ingenuamente, o ambulante concordou com o presidente.

Hidroxicloroquina

Bolsonaro voltou a defender o uso da hidroxicloroquina como solução para tratar o novo coronavírus. Não há nenhuma comprovação científica da eficácia desse produto, pois ainda é estudada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

“O hidroxicloroquina está dando certo em tudo quanto é lugar. Um estudo francês chegou pra mim agora”, insistiu o presidente.

Aglomeração

Antes disso, Bolsonaro esteve em Ceilândia, outra região administrativa do Distrito Federal, onde, de forma irresponsável, se reuniu, na porte de um estabelecimento comercial, com inúmeras pessoas, contrariando a recomendação de se evitar aglomerações.

Trabalho

Em sua peregrinação, Bolsonaro também foi a Sobradinho, no Distrito Federal. Postou o vídeo em seu Twitter, defendendo, novamente o retorno ao trabalho: “A imprensa diz que está nas ruas porque precisa trabalhar, mas e o povo?”, escreveu, junto ao vídeo.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum