Imprensa livre e independente
06 de setembro de 2016, 12h31

Coronel da PM faz piada com jovem que perdeu a visão em protesto

Henrique Motta, responsável pela atuação da Polícia Militar em São Paulo durante as manifestações, afirmou que a perda da visão foi culpa da própria estudante: "quem planta rabanete colhe rabanete".

Henrique Motta, responsável pela atuação da Polícia Militar em São Paulo durante as manifestações, afirmou que a perda da visão foi culpa da própria estudante: “quem planta rabanete colhe rabanete” Por Redação Em seu perfil no Facebook, o tenente-coronel Henrique Motta fez piada com a situação da estudante Deborah Fabri, que perdeu a visão do olho esquerdo ao ser atingida por estilhaços de bomba durante uma manifestação contra o presidente Michel Temer e o impeachment de Dilma Rousseff no último dia 31. Motta comandou operações durante protestos em diversas ocasiões na cidade de São Paulo. Na rede social, ele compartilhou uma postagem sugerindo que a culpa...

Henrique Motta, responsável pela atuação da Polícia Militar em São Paulo durante as manifestações, afirmou que a perda da visão foi culpa da própria estudante: “quem planta rabanete colhe rabanete”

Por Redação

Em seu perfil no Facebook, o tenente-coronel Henrique Motta fez piada com a situação da estudante Deborah Fabri, que perdeu a visão do olho esquerdo ao ser atingida por estilhaços de bomba durante uma manifestação contra o presidente Michel Temer e o impeachment de Dilma Rousseff no último dia 31.

Motta comandou operações durante protestos em diversas ocasiões na cidade de São Paulo. Na rede social, ele compartilhou uma postagem sugerindo que a culpa da perda da visão era da própria estudante. E, para justificar seu posicionamento, divulgou uma publicação de 2015 atribuída a Deborah, que dizia que era “a favor de qualquer ato de qualquer destruição em protesto de cunho político que tenha objetivos sólidos”.

Em nota conjunta, a Secretaria de Segurança Pública do Estado e a Polícia Militar afirmaram que a postagem de Motta não interfere na atuação técnica do oficial, que apresenta um trabalho “que tem se mostrado isento e imparcial”.

Veja também:  Hashtags de apoio a Moro e que atacam Glenn Greenwald foram disparadas do Irã

hugopm

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum