Imprensa livre e independente
26 de outubro de 2017, 16h22

Cresce número de estupros na cidade de São Paulo; em média, 6 mulheres são estupradas por dia só na capital

Número de casos cresceu em 7% com relação ao ano passado. Isso falando apenas dos casos que foram registrados Por Redação Em média, 6,6 mulheres são estupradas diariamente na cidade de São Paulo. Os dados são do relatório mensal da secretaria de Segurança Pública do Estado – o último foi divulgado nesta quarta-feira (25). De acordo com o órgão, entre janeiro e setembro de 2017, foram registrados 1.797  casos, contra 1.680 no mesmo período de 2016, o que representa 117 casos a mais. Ou seja, um aumento de 7%. Muitas mulheres, no entanto, temendo retaliações, não registram boletim de ocorrência...

Número de casos cresceu em 7% com relação ao ano passado. Isso falando apenas dos casos que foram registrados

Por Redação

Em média, 6,6 mulheres são estupradas diariamente na cidade de São Paulo. Os dados são do relatório mensal da secretaria de Segurança Pública do Estado – o último foi divulgado nesta quarta-feira (25).

De acordo com o órgão, entre janeiro e setembro de 2017, foram registrados 1.797  casos, contra 1.680 no mesmo período de 2016, o que representa 117 casos a mais. Ou seja, um aumento de 7%.

Muitas mulheres, no entanto, temendo retaliações, não registram boletim de ocorrência quando são estupradas, o que leva a crer que o número de casos, na verdade, seja bem maior.

Neste ano, a opinião pública da capital paulista pautou também muito a questão do assédio sexual. Inúmeros casos de assédio, principalmente no transporte público, vieram à tona nos últimos meses – estes, no entanto, não são tipificados pela secretaria.

 

Veja também:  Globo descumpre decisão judicial e barra entrada de jornalista demitida por síndrome de Burnout

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum