Imprensa livre e independente
03 de julho de 2019, 13h46

Criança brasileira de 2 anos desaparece em rio na fronteira entre México e Estados Unidos

Menina desapareceu quando era levada pela mãe na tentativa de entrar na cidade de Brownsville, no sul do Texas. A suspeita é de que a garota tenha se afogado

Rio Grande, na fronteira dos EUA com o México (Foto: catholicregister.org)
Uma criança brasileira de 2 anos desapareceu no Rio Grande, na fronteira entre o México e os Estados Unidos, quando era levada pela mãe na tentativa de entrar na cidade de Brownsville, no sul do Texas. A suspeita é de que a garota tenha se afogado. Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo Segundo a guarda fronteira, o caso ocorreu nesta terça-feira (2). Segundo a versão em espanhol do canal CNN, as autoridades locais foram alertadas sobre o ocorrido por uma mulher haitiana que foi detida após realizar a travessia....

Uma criança brasileira de 2 anos desapareceu no Rio Grande, na fronteira entre o México e os Estados Unidos, quando era levada pela mãe na tentativa de entrar na cidade de Brownsville, no sul do Texas. A suspeita é de que a garota tenha se afogado.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Segundo a guarda fronteira, o caso ocorreu nesta terça-feira (2). Segundo a versão em espanhol do canal CNN, as autoridades locais foram alertadas sobre o ocorrido por uma mulher haitiana que foi detida após realizar a travessia. Ela disse que estava próxima às brasileiras e relatou o que teria visto.

Desde que Trump chegou à Casa Branca, ao menos 24 migrantes morreram nos centros de detenção do sul do país, incluindo 6 crianças. No último dia 26, a foto de Óscar Martínez com sua filha Valeria mortos ao tentar atravessar o rio Bravo, na fronteira entre México e Estados Unidos, chocou o mundo  e revelou o lado mais horrível da crise migratória que vive o continente americano atualmente.

Veja também:  Joel Santana é lançado candidato a embaixador do Brasil nos EUA

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum

#tags