segunda-feira, 21 set 2020
Publicidade

Ana Cañas convoca autores: “Escrevam uma nova O Bêbado e a Equilibrista pra mim”

Ana Cañas virou uma espécie de musa destes tempos adversos. Cantora contemporânea, com vários discos excelentes e campeões de crítica lançados, ela é figura presente e atuante nas manifestações tanto contra o golpe de 2016 e o governo Temer, quanto contra a prisão de Lula.

Nestes encontros, no entanto, invariavelmente a cantora apresenta canções antigas:

“Eu tenho, realmente, apresentado músicas mais antigas da militância porque, nesses eventos onde reúne muita gente eu acabo cantando coisas que todos conhecem”.

Mas não se furtou a contar para a Fórum, em primeira mão, uma boa novidade:

“Eu recrutei seis ou sete compositores contemporâneos pra escreverem músicas pra mim sobre o que está acontecendo agora no Brasil. Canções que abordem, não só a questão da opressão da humanidade contra o negro, o periférico, a mulher, mas também este tempo atual. Inclusive disse a eles: ‘gente, escrevam uma nova O Bêbado e a Equilibrista pra mim’, disse.

Julinho Bittencourt
Julinho Bittencourt
Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.