Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
22 de fevereiro de 2020, 06h29

Anitta abre Carnaval com protesto contra liberação de agrotóxico que mata abelhas

Cantora se vestiu de abelha em bloco em Salvador . Em 2019, Bolsonaro liberou 474 agrotóxicos, entre eles o sulfoxaflor, responsável por exterminar mais de meio bilhão de abelhas durante fase de testes

Anitta se veste de abelha para protestar contra agrotóxicos (Montagem)

O Carnaval mal começou, mas uma coisa é certa: esta será a festa marcada por protestos contra Jair Bolsonaro e suas políticas de devastação nos mais diversos setores. Após a Acadêmicos de Vigário Geral levar o Bozo presidente para a Sapucaí, a cantora Anitta se vestiu de abelha para criticar a política de liberação de agrotóxicos, que bateu recorde em 2019 com o licenciamento de 474 produtos.

“Infelizmente, o Brasil liberou ainda mais o uso de agrotóxicos, que colocam as abelhas em risco de morte e extinção. Elas estão seriamente ameaçadas, e consequentemente nós tb estamos”, publicou a cantora em seu Instagram antes de comandar um dos blocos que desfilaram entre a noite desta sexta-feira (21) e a madrugada deste sábado (22) no Circuito Barra-Ondina no Carnaval de Salvador.

Entre os agrotóxicos liberados pelo governo Bolsonaro está o o sulfoxaflor, responsável por exterminar mais de meio bilhão de abelhas em quatro estados brasileiros entre os meses de janeiro e março de 2019 – quando o projeto ainda estava em fase de testes.

Na rede social, a cantora ainda mencionou dados sobre as ameaças às abelhas. “As abelhas, que são insetos polinizadores, segundo a FAO, são responsáveis por 75% de toda a produção de alimentos do mundo. Alimentos para a nossa sobrevivência e de todo o ecossistema. Além disto, elas são fundamentais para a sobrevivência das florestas tropicais: Sem a polinização desses insetos, teríamos uma alteração de todo o ecossistema e clima do planeta o que acarretaria danos irreversíveis, ameaçando a sobrevivência na Terra. Nós, infelizmente, desconhecemos isso e matamos as abelhas de diversas formas”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum