Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
22 de abril de 2019, 23h02

Banda Dead Kennedys diz que não sabia de pôster alusivo a Bolsonaro e revolta fãs

“A banda sente que não pode presumir saber o suficiente sobre situações em outros países para entrar em suas políticas específicas. O cartaz liberado não reflete uma declaração política ou posição do Dead Kennedys”, diz comunicado oficial do grupo

Foto: Reprodução/Twitter

A banda Dead Kennedys provocou revolta nos fãs brasileiros. Na noite desta segunda-feira (22), o grupo divulgou um comunicado oficial, anunciando que não autorizava o uso do pôster criado pelo artista brasileiro Cristiano Suarez.

No cartaz, feito exclusivamente para divulgar as datas da turnê de maio pelo Brasil, é retratada uma família que veste camisetas da seleção brasileira e que usa perucas em referência ao palhaço Bozo, nome pelo qual o presidente Bolsonaro passou a ser chamado por seus opositores. Os integrantes da família, incluindo as crianças, seguram armas e, ao fundo, é possível ver favelas explodindo.

“I love the smell of poor dead in the morning!” (em português, “eu amo o cheiro de pobre morto pela manhã!”), diz um dos personagens no pôster.

Na nota oficial, a banda explicou que o cartaz “foi divulgado pelo promotor dos shows sem o conhecimento do Dead Kennedys, e não é autorizado”.

Antifascista

“O Dead Kennedys é uma banda punk americana icônica que é conhecida por suas declarações políticas e assume uma forte posição antifascista, antiviolência, no entanto, a banda sente que não pode presumir saber o suficiente sobre situações em outros países para entrar em suas políticas específicas. O cartaz liberado não reflete uma declaração política ou posição do Dead Kennedys. A mensagem básica da banda tem sido, e ainda é, pedir que as pessoas pensem por si mesmas, não para lhes dizer o que pensar”, destacou o comunicado.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum