Fórumcast, o podcast da Fórum
13 de fevereiro de 2019, 10h42

Bolsonaro anuncia pelo Twitter que Petrobras Cultural vai priorizar educação infantil e orquestra

A petroleira patrocinou mais de 4.000 projetos culturais desde 2003, quando foi criado o Programa Petrobras Cultural, a maior seleção pública do tipo no país

Foto: Petrobras Cultural

O presidente Jair Bolsonaro informou, pelo Twitter, na manhã desta quarta-feira (13), que os patrocínios concedidos pela Petrobras estão sendo revistos. O Programa Petrobras Cultural será amplamente revisto e vai priorizar a educação infantil e a Orquestra Petrobras. Outros setores como teatro, cinema e música, deverão sofrer grande impacto com as novas medidas.

De acordo com Bolsonaro, “todos os patrocínios da Petrobras estão sob revisão, objetivando enfoque principal dos recursos para a educação infantil e manutenção do empregado à Orquestra Petrobras”, disse.

“Para maior transparência e melhor empregabilidade do dinheiro público, informamos que todos os patrocínios da Petrobras estão sob revisão, objetivando enfoque principal dos recursos para a educação infantil e manutenção do empregado à Orquesta Petrobras”, escreveu o presidente.

A Petrobras, através do programa Petrobras Cultural, é um dos maiores, senão o maior patrocinador cultural do país. O cinema, por exemplo, é um dos grandes contemplados, através dos programas ‘Sessão Vitrine Petrobras’ e ‘Prêmio Petrobras de Cinema’. Além disso, a Petrobras Cultural também patrocina dança, música, teatro entre outras linguagens.

A Petrobras financiou, nos últimos anos, grupos como o Galpão, de Minas Gerais, e a Cia Deborah Colker, além do Festival de Teatro de Curitiba e a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.

A petroleira patrocinou, de acordo com informações da Folha, mais de 4.000 projetos culturais desde 2003, quando foi criado o Programa Petrobras Cultural, que passou a ser a maior seleção pública do tipo no país. Juntas, as áreas de cultura e imprensa consumiram quase R$ 160 milhões da estatal no ano passado.

A coluna de Lauro Jardim informou, na tarde dessa terça-feira (12), que o novo presidente da estatal, Roberto Castelo Branco, pretende concentrar os patrocínios num projeto de educação infantil voltado à ciência e tecnologia. Serão priorizadas crianças de comunidades pobres de regiões onde a Petrobras tem unidades de produção.

A coluna diz ainda que o valor total dos patrocínios cai um pouco. Deve ficar este ano na faixa dos R$ 100 milhões.

Dos poucos contratos que permanecem estão os apoios financeiros dados à Orquestra Petrobras Sinfônica, que tem como regente titular Isaac Karabitchevsky, e ao MAM/RJ.

A Petrobras vai tentar também fazer um distrato no seu contrato de 10 milhões de libras anuais para ser a fornecedora oficial de combustível para a McLaren, na Formula-1.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum