Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
24 de fevereiro de 2019, 09h43

Cineasta Lais Bodansky assume presidência da SPcine

A SPcine foi criada, em 2015, durante a gestão de Fernando Haddad na prefeitura, com o objetivo de promover o desenvolvimento da indústria audiovisual paulistana

Foto: Divulgação

A cineasta Lais Bodansky aceitou o convite do prefeito de São Paulo e vai assumir a presidência da empresa SPcine. A própria cineasta fez o anúncio na manhã deste domingo (24), em sua conta do Instagram. “Pensei muito antes de dizer sim e só aceitei por se tratar de uma empresa saudável e exemplo de gestão pública”, escreveu.

O secretário da Cultura de São Paulo, Alê Yousseff, também comentou o fato pelo Instagram, quase ao mesmo tempo da cineasta. Ele lembrou que “Laís coordenou os projetos sociais do Tela Brasil, de ensino e exibição de filmes nas periferias, fomentando a indústria e levando mais de um milhão de pessoas às salas de cinema”, disse.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Em breve vou contribuir para tornar São Paulo uma cidade cada vez mais audiovisual ! ? Foi com grande surpresa que recebi o convite do secretário de cultura do município @aleyoussef para assumir a empresa responsável por fomentar e difundir o audiovisual na capital paulista: @spcine Pensei muito antes de dizer sim e só aceitei por se tratar de uma empresa saudável e exemplo de gestão pública. Trabalho transparente e competente do atual presidente @mauricioaramos e sua equipe. Sendo assim, fica fácil acreditar que é possível dar continuidade aos projetos de fomento, formação e difusão como Circuito Spcine, @spcineplayoficial , Film Commission entre outros projetos incríveis que pretendo falar por aqui em breve. Maurício e eu vamos organizar uma transição tranquila e sólida. Viva a cultura!!!!! Viva o cinema!!!! Viva a indústria do audiovisual!!! Viva a economia criativa!!!!

Uma publicação compartilhada por Laís Bodanzky (@bodanzky) em

Spcine

A Spcine é a empresa de cinema e audiovisual de São Paulo. Foi criada, em 2015, durante a gestão de Fernando Haddad na prefeitura com o objetivo de promover o desenvolvimento da indústria audiovisual paulistana.

Vinculada à Secretaria de Cultura, ela passou a englobar as atividades da SP Film Comission, do Circuito SP de Salas de Cinema, do Laboratório de Inovação e Experimentação Audiovisual (LEIA) e da SP Bits, voltada para o mercado de jogos eletrônicos. Sua sede fica na Praça das Artes.

No fim de 2016, a Spcine anunciou o lançamento de um serviço de streaming de filmes, em parceria com a produtora O2 Filmes e a empresa de tecnologia Hackla.

Laiz Bodansky

Laiz Bodansky é autora de vários longas como “Bicho de Sete Cabeças”, “Como Nossos Pais”, “As Melhores Coisas do Mundo” e “Chega de Saudade”. É sócia do cineasta Luiz Bolognesi na produtora Buriti Filmes assinando a produção de seus longas Uma História de Amor e Fúria (Crystal melhor animação Annecy 2013) e Ex-Pajé (prêmio especial do júri Berlim/Panorama 2018).

Durante 15 anos coordenou os projetos sociais Tela Brasil de ensino e exibição de filmes nas periferias do Brasil, fomentando a indústria de cinema em seu país e levando mais de um milhão de pessoas às salas de cinema, a maioria indo pela primeira vez.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum