Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
17 de janeiro de 2020, 08h13

Cineasta olavista diz que Roberto Alvim “tem que cair já”: “Esse vídeo é assustador”

Josias Teófilo diz que ligou para colega olavista "diversas vezes" para alertar sobre "erros" cometidos pelo secretário - como as críticas à atriz Fernanda Montenegro - e teria rompido relações em dezembro. "Não quero assumir o lugar dele, não tenho alguém para indicar no lugar", tuitou

Roberto Alvim e Josias Teófilo (Reprodução/Youtube)

O cineasta Josias Teófilo, um dos principais doutrinados por Olavo de Carvalho, produtor de um filme sobre a vida do guru, pediu nesta sexta-feira (17) a “demissão imediata” de Roberto Alvim da Secretaria Especial de Cultura do governo Jair Bolsonaro depois da publicação do vídeo com discurso nazista nas redes sociais, considerado “assustador” pelo cineasta. O guru, responsável pela doutrinação de ambos, escreveu no  Facebook que Alvim parece maluco.

“Venho notando há um bom tempo que Roberto Alvim está passando por problemas de ordem pessoal seríssimos. Desde novembro do ano passado, para ser mais específico. Nada justifica o q ele vem fazendo e fez hoje. Esse vídeo é de fato assustador, mas não é estranho para o q vi”, tuitou Teófilo.

Ele diz que ligou para Alvim “diversas vezes” para alertar sobre “erros” cometidos pelo secretário – como as críticas à atriz Fernanda Montenegro – e rompeu relações após exoneração da secretária do Audiovisual, Katiane de Fátima Gouvêa, em dezembro, depois que a Ancine censurou a exibição do filme ‘A Vida Invisível’, do diretor Karim Aïnouz, inscrito para disputar o Oscar 2020.

Em nota, a Secretaria de Cultura informou que Roberto Alvim decidiu exonerar a secretária após tomar conhecimento de que há suspeitas de irregularidades na campanha de Katiane para deputada federal em 2018. Ela se candidatou ao cargo pelo PSD, mas não foi eleita. Nos bastidores, a decisão de censurar o filme foi atribuída a Katiane.

Servidores da secretaria do Audiovisual contaram que Katiane não aceitou a demissão e teve de ser retirada do prédio pelos seguranças. Ela deixou o local afirmando que Roberto Alvim é um “traidor”.

“Desde o episódio da nomeação da Katiane Gouvêa eu rompi publicamente com Alvim. Ele a demitiu e me ligou pedindo desculpa e pedindo indicação para a Secretaria do Audiovisual. Me neguei a indicar um nome porque sabia da gravidade da situação”, disse Teófilo, que ressalta que não quer o lugar do ex-colega de aulas de Olavo de Carvalho e nem tem alguém para indicar para o lugar.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum