Fórumcast #19
01 de março de 2018, 20h10

Crítico de cinema que elogiou filme sobre o golpe é alvo de ofensas nas redes

Filippo Pitanga, jornalista e crítico de cinema que relatou em primeira mão o sucesso de "O Processo" no Festival de Berlim, passou a ser alvo dos direitistas apenas por elogiar o filme. "Estou rindo até agora, se não fosse lastimável o nível que iremos enfrentar nas próximas eleições", desabafou

O jornalista e crítico de cinema Filippo Pitanga, que recentemente cobriu o Festival de Berlim, relatou pelo seu Facebook, no final da tarde desta quinta-feira (1), que vem sendo alvo de ofensas e ataques de internautas apenas por ter feito uma crítica elogiosa ao filme “O Processo”.

Durante a cobertura do Festival de Berlim, Pitanga foi um dos primeiros a relatar ao público brasileiro a reação dos presentes na capital alemã ao verem o filme de Maria Augusta Ramos, que se trata de um documentário sobre os bastidores do golpe que destituiu a ex-presidenta Dilma Rousseff em 2016. Por mais de uma ocasião o jornalista elogiou o filme, tanto pelos seus efeitos políticos quanto pelo seu aspecto estético. Essa opinião foi o bastante para despertar a raiva de direitistas, que passaram a ofendê-lo pelas redes sociais.

“Você deve ter enfiado uma agulha elétrica no seu cu para conseguir jorrar tanta merda pela boca”, teria dito um dos internautas.

Não foi só Filippo que gostou do filme. “O Processo” foi ovacionado pelo público em Berlim e conquistou o Grande Prêmio do Público.

Veja também:  No Brasil do golpe, 3,3 milhões de pessoas procuram emprego há mais de dois anos

“Estou rindo até agora, se não fosse lastimável o nível que iremos enfrentar nas próximas eleições”, completou o jornalista em seu relato.

Confira a íntegra.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum